31 99333-5583

A QUEM MERECE


O queniano Abel Kripop Mutai, medalha de bronze nos 3.000 metros com obstáculos em Londres-2012, estava com larga vantagem dos outros competidores na prova de cross country de Burlada, em Navarra. Ele era mesmo o favorito e parecia já estar com a vitória assegurada quando, por alguma distração de sua parte, parou em certa parte da corrida, pensando já ter alcançado a linha de chegada, este terrível equívoco quase colocou tudo a perder, eu disse quase! Porque o segundo colocado da prova, o espanhol Iván Fernández Anaya, ao invés de ultrapassá-lo, parou para alertar Abel de seu engano e o conduziu na direção certa para confirmar sua vitória. Em entrevista ao jornal ‘El País’, da Espanha, Iván declarou “eu não merecia ganhar, fiz o que tinha que fazer”. Uau! Isso é impressionante, não é mesmo? Já imaginou se todos os atletas se comportassem da mesma forma nos outros espertes? Seria algo muito chocante, todos concordariam, mas, na verdade, era assim que devia ser, não acha? Essa história é impactante porque o comum é isso não acontecer, infelizmente o comum é ver as pessoas se aproveitando das outras e correndo atrás de suas próprias medalhas, seus próprios pódios, sua própria glória. O salmista nos lembra que nós realmente não merecemos, “não a nós, não a nós Senhor”, quando pensamos de forma diferente, buscando nossa glória pessoal, a despeito de Deus, nos tornamos presunçosos, prepotentes, podemos cair na ilusão de que somos melhores que os outros, quando, na realidade, tudo o que possuímos e conquistamos vem da misericórdia graciosa de Deus sobre nós. Ao direcionar toda glória ao nome de Deus, o salmista está se referindo ao seu caráter santo e imutável, era essa a ideia do nome para eles, revelava quem a pessoa de fato era, e ao pensar nos atributos do caráter de Deus, de fato, somente Ele é digno de toda glória. Se você tem dificuldade de reconhecer esses atributos, olhe para Cristo, Ele é a expressão exata do ser de Deus, e ainda assim, viveu humildemente, sendo o Rei da glória, se humilhou por mim e por você, para que abandonássemos a medalha que não é nossa, parássemos de correr por nós e servíssemos Aquele que realmente merece. Jesus te abençoe.

No Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *